Cuidem-se os mais sensatos, pois a situação é muito grave em Caxias…

A conclusão sobre a situação da covid-19 em Caxias é esta: os que temem a doença e têm consciência do poder letal desse terrível mal que se cuidem o mais possível, pois o governo municipal não irá avançar além das ações e dos decretos paliativos que já se viu.

Se puderem, fiquem em casa

Dessa forma, os que puderem ficar em casa que fiquem e, se não puderem, só saiam muito bem protegidos. Hoje não há mais leitos disponíveis e adequados nem no Hospital Macrorregional de Caxias, que tem três vezes (53 leitos) a capacidade de internação da precária rede municipal de Saúde.

Situação caótica

Vivemos assim uma situação caótica e sem comando no leme, pois o prefeito Fábio Gentil (Republicanos) mais se empenha em mascarar o grave quadro atual do que agir efetivamente para combater a proliferação do vírus na Princesa do Sertão… Cuidem-se, portanto, os mais sensatos.

Boletim do governo de Caxias MA sobre covid-19 não merece crédito, infelizmente…

Informação crucial que mostra como o boletim oficial da Prefeitura de Caxias sobre a covid-19 não merece crédito.

53 leitos, todos ocupados

Hoje, há 53 leitos no Hospital Macrorregional de Caxias destinados exclusivamente ao atendimento de portadores da covid-19… E, veja só, todos os 53 leitos estão ocupados por pacientes com a doença.

Não consta

Então, por que isso não consta no boletim da Secretaria Municipal de Saúde da Princesa do Sertão?

Boletim

Reveja abaixo o boletim publicado pelo governo de Caxias agora à noite e confirme como os 53 internados no ‘Macro’ não constam no mesmo:…

Hospital Macrorregional de Caxias aumenta leitos para covid-19

Graças aos esforços dos deputados estaduais Cleide Coutinho (PDT) e Adelmo Soares (PCdoB), o governador Flávio Dino determinou que mais 18 leitos de UTI e 35 leitos de enfermaria sejam disponibilizados no Hospital Macrorregional para atender os pacientes vítimas do coronavírus.

O crescimento dos casos da COVID-19, em Caxias, tem sido exponencial, já ultrapassando mais de 1700 casos e 50 mortes.

Dra. Cleide disse que “a ausência de uma política pública municipal para conter a disseminação da COVID-19, aliada ao precário atendimento da rede de saúde da Prefeitura, sobrecarrega o Hospital Macrorregional, por isto conquistamos com nosso governador a ampliação dos leitos no nosso grande hospital de Referência.

TOMOGRAFIA COMPUTADORIZADA DA CASA DE SAÚDE

Dra. Cleide lembra ainda a iniciativa do saudoso Dr. Humberto Coutinho, que implantou, 25 anos atrás, o primeiro tomógrafo computadorizado de Caxias na Casa de Saúde, que atendeu só nos últimos quatro meses – Março, Abril, Maio e Junho – mais de 1.008 pacientes pelo SUS – Serviço único de Saúde.

A Casa de Saúde também atendeu, no mesmo período, mais 425 pacientes pelos convênios médicos e serviços particulares.

O atual tomógrafo da Casa de Saúde é um dos mais modernos do mundo.

Destaque-se que a Prefeitura só instalou os serviços de tomografia na rede municipal agora, no último mês de Junho.

FIQUE EM CASA, PROTEJA-SE

Dra. Cleide lamentou as aglomerações que facilitam a propagação da doença e ausência do uso de máscaras por parte da população e conclui dizendo: “Se você puder, fique em casa. Se precisar sair, use máscara, lave sempre as mãos e evite propagar o coronavírus pelo bem de sua família e de todos”.

Cleide Coutinho pede implantação de neurocirurgia no Hospital Macrorregional de Caxias…

Em conjunto com o deputado Adelmo Soares (PCdoB), a deputada fez uma indicação para implantação de neurocirurgia no Hospital Macrorregional de Caxias…

Benefícios

…Com a implantação desta especialidade milhares de maranhenses serão beneficiados com a prevenção de problemas neurológicos…

50 municípios

…Como o Hospital Macrorregional de Caxias atende mais de 50 municípios, a maioria do leste maranhense, com a implantação, os maranhenses desta região não precisarão buscar esse serviço de saúde de alta complexidade em outras regiões do estado ou em outros estados.