Governo do MA prorroga até dia 2 de agosto suspensão de aulas presenciais…

O governo do estado prorrogou até o dia 02 de agosto a suspensão das aulas presenciais nas unidades de ensino da rede estadual de educação; do Instituto Estadual de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (lEMA); da Universidade Estadual do Maranhão (UEMA); da Universidade Estadual da Região Tocantina do Maranhão (UEMASUL); e nas instituições de ensino das redes municipais e nas escolas e instituições de ensino superior da rede privada.

Exceções

Apenas, excepcionalmente, poderão ser realizadas no mês de julho aulas práticas do último período dos cursos de instituições de ensino superior, especialmente da área da saúde, garantindo aos estudantes a conclusão da graduação e possível inserção no mercado de trabalho, conforme resoluções a serem editadas pelos Colegiados Superiores das citadas instituições; e aulas nos cursos pré-vestibulares e cursos de idiomas, desde que cumpridas as medidas de distanciamento social.

Em Caxias

Mas isso não quer dizer que o governo de Caxias irá seguir o que determina o decreto estadual. Até agora, a Secretaria Municipal de Educação local ainda não divulgou nada a respeito.

Artistas, bandas e grupos musicais de Caxias foram aprovados no projeto Conexão Cultural do governo do MA…

Entre estes, Banda CasinoQuebec, grupo Rádio Remonta, cantor Alencar Egeu, atriz Adriele Bezerra, cantores Chico Beleza, Johnny Casanova, entre outros…

Todos os segmentos

…O edital contemplou todos os segmentos, como música, artes visuais, literatura, artes cênicas, etc. Os artistas se apresentarão por meio de lives ou terão suas apresentações disponibilizadas nas redes sociais da Secretaria de Cultura do Estado do Maranhão e receberão cachê…

Não há iniciativa em Caxias

…Mas os artistas caxienses se ressentem de uma iniciativa parecida na cidade da Princesa do Sertão. Até agora, nada similar foi proposto pelo município… Em Teresina (PI), por exemplo, também há um projeto semelhante ao do estado do Maranhão…

Vivem da arte

…Vale frisar que alguns artistas caxienses vivem apenas da sua arte e estão desamparados nesses tempos de pandemia.  No caso, uma iniciativa parecida em Caxias ainda teria a vantagem de não haver tanta concorrência como em nível estadual ou na capital do Piauí.

Prefeito de Teresina PI apela a governador do Maranhão para que mantenha o isolamento…

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), fez um apelo nesta segunda-feira (20) ao governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), para que este mantenha o isolamento no estado vizinho.

Firmino afirma que Teresina sempre serviu como a capital de boa parte do Maranhão, no serviço de educação, no comércio, na prestação de serviço, assim como também na área de saúde.

“Governador, nós vamos ter muita dificuldade em atender ao povo do Maranhão como sempre atendemos, são nossos irmãos, nossos amigos. Governador, fundamental que nós possamos ter medidas seguras por todo o estado do Maranhão. Esse é um apelo que eu faço como prefeito de Teresina”, complementa.

O prefeito de Teresina alerta para a dificuldade estrutural da região Nordeste para o atendimento de alta complexidade, como a do número de leitos de terapia intensiva. “Peço que persevere na política de isolamento, porque é a única arma que as cidades do Norte e Nordeste têm para combater esse inimigo, porque são as que têm menos UTI e menos leitos clínicos e as primeiras a ser nocauteadas por essa doença”, finaliza o prefeito… Confira mais em Cidade Verde.

Comerciantes de Caxias MA não atendem aos decretos dos governos estadual e municipal para manter os estabelecimentos fechados…

Comerciantes de Caxias MA não atendem aos decretos estaduais e municipais para manter seus estabelecimento fechados até a promulgação de novas medidas relativas ao combate e à disseminação da covid-19 no Maranhão… O vídeo acima foi gravado pelo ex-vereador caxiense Wilton Lobo…

Contágios

…A cidade de Caxias está situada ao leste do estado, e a menos de 80 quilômetros do município de Timon (MA), que por sua vez faz fronteira com Teresina (PI), onde os contágios por coronavírus são alarmantes…

Sintrap

…Também preocupado com a situação, o Sindicato dos Servidores Municipais de Caxias (Sintrap) pôs quatro carros nas ruas, equipados com alto-falantes, alertando os transeuntes e pedindo que as pessoas evitem aglomerações e se protejam da melhor forma possível.

Decreto MA mantém suspensão de atividades em São Luís, mas dá autonomia a municípios…

Novo decreto editado neste sábado (11) pelo governador Flávio Dino mantém a suspensão do comércio e dos serviços não essenciais na Ilha de São Luís até o dia 20 de abril. A medida foi tomada porque nessa região estão 94% dos casos confirmados de coronavírus e 100% das mortes causadas pela doença no Estado.

Além disso, a fiscalização será intensificada, com a possibilidade do chamado lockdown, ou seja, o bloqueio total de atividades, na hipótese de crescimento acelerado de casos.

Autonomia aos municípios

Nas cidades onde não há registro de casos ou existe uma quantidade muita reduzida, os prefeitos poderão permitir atividades econômicas, desde que observadas restrições e orientações sanitárias.

Ou seja, cada prefeito deverá avaliar a situação, diante da realidade local, e adotar as regras pertinentes – sempre seguindo as orientações e normas sanitárias.

Se o prefeito de determinado município não editar nenhum ato acerca das atividades que podem continuar, estarão valendo as restrições previstas no decreto do Governo do Maranhão. Ou seja, o comércio e os serviços não essenciais continuarão suspensos na cidade

Se houver aumento de casos em alguma região, o Governo do Estado poderá, a qualquer momento, editar novas normas restritivas.

Bancos e lotéricas

De acordo com o decreto, os bancos e lotéricas terão 72 horas para implantar medidas a fim de evitar aglomerações, tanto dentro como na porta das agências.

Também será necessário o uso de equipamentos de proteção individual pelos funcionários, podendo ser máscaras laváveis ou descartáveis

Essas medidas foram tomadas após o Supremo Tribunal Federal dar aval, nesta semana, para que os Estados adotem esse tipo de regra. O Governo do Maranhão já havia enviado ofício ao Banco Central pedindo providências nesse sentido – uma vez que a regulação bancária é de responsabilidade do Governo Federal –, mas não havia obtido resposta.

“Os bancos não estão tomando providências para organizar o fluxo de pessoas para ter acesso às suas agências. Estou determinando que o façam, sob pena de fiscalização e sanções previstas na legislação sanitária”, afirma o governador Flávio Dino.

Aulas e viagens

O decreto também mantém até o dia 26 de abril a suspensão das aulas em todo o Maranhão e das viagens interestaduais de ônibus. Ou seja, os ônibus que saem e entram no Maranhão, com exceção de áreas como Timon-Teresina, na qual muitas pessoas residem numa cidade e trabalham em outra.

Veja o que pode e o que não pode funcionar na Grande São Luís e nas cidades onde não houver novos atos editados pelos prefeitos:

Não podem funcionar

– Atividades que impliquem aglomeração de pessoas em espaços públicos

– Academias, shopping centers, cinemas, teatros, bares, casas noturnas, restaurantes, lanchonetes, centros comerciais, lojas, salões de beleza e estabelecimentos similares

– Visitas a pacientes com suspeita de infecção ou infectados por coronavírus, tanto na rede pública como na particular

– Atracação de navio de cruzeiro vindos de estados ou países com circulação confirmada do coronavírus

Podem funcionar

– Hospitais, clínicas, laboratórios, farmácias, óticas e demais estabelecimentos de saúde

– Mercado, supermercados e venda de alimentos

– Delivery, drive thru e retirada no local de bares, restaurantes, lanchonetes, depósito de bebidas e similares

– Clínicas, consultórios e hospitais veterinários, pet shops e lojas de produtos agropecuários

– Lojas de material de construção

– Borracharias, oficinas e serviços de manutenção e reparação de veículos

– Restaurantes e pontos de parada e descanso, às margens de rodovias, para caminhoneiros

– Dedetizadoras

– Postos de combustíveis, venda de gás e serviços de transmissão e distribuição de energia

– Coleta de lixo e serviços funerários

– Serviços de telecomunicações

– Segurança privada e imprensa

– Distribuição e a comercialização de álcool em gel e produtos de limpeza, bem como os serviços de lavanderia

– Serviços relativos ao tratamento e abastecimento de água

– Atividades internas das instituições de ensino visando à preparação de aulas para transmissão via internet

Em todos os estabelecimentos autorizados a continuar funcionando, é necessário adotar:

– Distância de segurança entre as pessoas

 – Uso de equipamentos de proteção individual, podendo ser máscaras laváveis ou descartáveis

– Higienização frequente das superfícies – Álcool em gel e/ou água e sabão para clientes e funcionários.

Flávio Dino prorrogou para até 12 de abril todas as medidas de restrição para conter a covid-19 no estado do Maranhão…

O governo maranhense também realçou que as medidas para evitar aglomerações e manter o isolamento social serão endurecidas…

Novos respiradores

…Para piorar, o Brasil não está conseguindo comprar novos respiradores… Um exemplo dramático disso é que o Hospital Macieira, em São Luís, já atingiu o limite na capacidade de atendimento aos casos da pandemia.

Comerciante convoca os colegas caxienses a ir para as ruas no próximo dia 21, em protesto contra a insegurança na cidade…

Em um áudio que começou a circular há pouco em grupos de zaps, um comerciante convoca os demais colegas de Caxias a fechar seus estabelecimentos e fazer uma manifestação por mais segurança no município, dia 21, no próximo sábado, na Praça da Matriz…

Apartidário

…O comerciante não se identifica, mas esclarece que o movimento seria apartidário, sem vínculo com quaisquer colorações políticas locais…

Insatisfação

…Segundo o mesmo, os comerciantes irão fechar as portas de seus estabelecimentos a partir do meio-dia do referido sábado para demonstrar com clareza a preocupação e a insatisfação deles com a segurança pública local…

Outros casos

…A iniciativa acontece no rastro da repercussão do assassinato, hoje, do jovem empresário farmacista Igor Cardoso, mas também por outros casos similares já acontecidos no município…

Secretaria de Estado da Saúde monitora dez casos suspeitos de COVID-19 no Maranhão…

(foto: Luis Robayo/AFP)

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) comunica que, neste momento, o Maranhão monitora dez casos suspeitos de COVID-19, sendo nove em São Luís e um caso em Imperatriz.

Na capital maranhense, os cinco novos casos suspeitos registrados, nesta sexta-feira (13), são: homem, de 31 anos, histórico de viagem para São Paulo; mulher, de 32 anos, histórico de viagem para França, Holanda e Bélgica; mulher de 64 anos, contato com suspeito de COVID-19; homem, de 34 anos, histórico de viagem para Nova Iorque. No interior do estado, o primeiro caso suspeito é de um homem, de 21 anos, com histórico de viagem para a Alemanha.

O Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (CIEVS) realiza o monitoramento dos casos. Essas pessoas foram orientadas, conforme protocolo do Plano Estadual de Contingência do Novo Coronavírus, e seguem em isolamento domiciliar por não apresentarem gravidade no quadro clínico.

O Laboratório Central de Saúde Pública do Maranhão (LACEN-MA) já encaminhou amostras coletadas dos cinco novos casos para análise do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, em Belém (PA), para confirmação ou descarte da suspeita.

Até o momento, não há casos confirmados do COVID-19 no Maranhão.

Transmissão Comunitária

A SES informa, ainda, que o Ministério da Saúde (MS) divulgou nesta sexta-feira (13) as informações sobre casos de transmissão comunitária nas cidades de São Paulo (capital) e do Rio de Janeiro (capital). Segundo o órgão, os casos de transmissão comunitária são aqueles quando não é possível identificar a trajetória de infecção do vírus.

Perfil dos casos suspeitos

1.      Homem, de 46 anos, procedente de Milão (Itália);

2.      Mulher, de 47 anos, contato com suspeito de COVID-19;

3.      Adolescente, de 15 anos, procedente de Santa Bárbara, cidade da Califórnia (EUA);

4.      Mulher, de 63 anos, procedente de Nazaré, Fátima e Óbidos (Portugal);

5.      Criança, de 4 anos, histórico de viagem para Miami e Orlando (EUA);

6.      Homem, de 31 anos, histórico de viagem para São Paulo;

7.      Mulher, de 32 anos, histórico de viagem para França, Holanda e Bélgica;

8.      Mulher de 64 anos, contato com suspeito de COVID-19

9.      Homem, de 34 anos, histórico de viagem para Nova Iorque 10.  Homem, de 21 anos, histórico de viagem para a Alemanha.