Campanha política barulhenta incomoda cidadãos eleitores…

Muita gente reclamando da barulheira nas caminhadas, carreatas, motocadas, comícios em Caxias. Poluição sonora das grandes e patrocinada por pessoas que já são autoridades públicas e/ou por pessoas que querem se tornar autoridades públicas.

Os cidadãos têm razão. Som na alturas, foguetada de instante a instante… E, não bastasse o barulho ensurdecedor de movimentos dos candidatos a prefeito e a vereador, as aglomerações que as manifestações eleitorais carregam para as ruas e as portas das casas de eleitores é preocupante.

Recidivas

No caso da pandemia, as recidivas nas contaminações por covid-19 têm sido cada vez mais frequentes em pacientes que tiveram a doença meses atrás e achavam que por isso já estavam imunes ao vírus.

Autoridades tiram o corpo de banda para não autorizar início de campanha…

Partidos e candidatos que querem iniciar a campanha eleitoral com comício já no dia 27 não estão conseguindo entregar o comunicado às autoridades no município.

Só com a juíza

Segundo alguns dirigentes, a Polícia Militar e o DMTT (Departamento Municipal de Trânsito e Transporte) estariam se negando a receber o documento enquanto a juíza Marcela Lobo, da 4ª Zona Eleitoral de Caxias MA, não autorizar a largada da corrida.

Lei a cumprir

A questão é que até agora a juíza não proibiu, mas também não se pronunciou oficialmente a respeito do assunto. A mesma não esmiuçou para os interessados os detalhes sobre o início da campanha.

Comunicação

Na nova lei está escrito que para a realização de comícios e similares basta a comunicação à autoridade policial. Mas há, como sempre, as nuances interpretativas das novas normas jurídicas.

Quiproquó

Dessa maneira, partidos e candidatos precisam que a magistrada resolva de vez esse quiproquó, que torne claro o que pode ou não, pois senão o DMTT vai atrasar o início dos eventos eleitorais locais.

Menor poder

E, no caso, os mais prejudicados na Princesa do Sertão serão os concorrentes com menor poder aquisitivo na disputa municipal.

Secretária de Educação recua da intenção de reabrir escolas…

Em duas entrevistas já concedidas à imprensa regional e estadual, a secretária de Educação de Caxias, Célia Damasceno, deu mostras de que o governo recuou da intenção de reabrir as escolas da rede municipal a partir de segunda-feira.

De boca

Mas foi só aquela coisa de boca, nada existe ainda de oficial, não há decreto do governo, e, portanto, até agora fica tudo dito pelo não dito.

Sintrap

O Sindicato dos Servidores Municipais (Sintrap) tem se empenhado na campanha pelo não retorno às aulas enquanto houver o risco da covid-19 pairando sobre a Princesa do Sertão.

Adesão

A campanha do Sintrap recebeu inclusive a adesão, meio tímida, do sindicato da rede estadual de Educação, e de pais e mães de alunos, mas a batalha ainda não está definida.

Recusa

A luta em torno disso, hoje, por sinal, acontece no Brasil todo, com professores, pais, mães e alunos recusando a volta à escola durante a pandemia de covid-19.

Há algo de muito estranho na campanha de vacinação contra H1N1 em Caxias MA…

(Marcelo Camargo/Agência Brasil)

É muito raro encontrar alguém em Caxias MA, principalmente integrante dos chamados grupos de risco, que já tenha sido vacinado contra H1N1 na cidade…

Muita mídia

…Houve muita mídia sobre as duas etapas da campanha, disseram até que iriam de casa em casa vacinar idosos, etc, etc. Mas no final ninguém foi à casa de ninguém…

Não se sabe

…E o certo é que vacina mesmo até hoje não se sabe em que lugar encontrar na Princesa do Sertão, pois nos postos de saúde elas não existem…

Poucas doses

…No máximo, as informações que se têm nos postos é que ali chegaram umas poucas doses e que estas imediatamente acabaram…

Informação que se repete

…Essa informação dada pelos servidores que atuam nos referidos postos se repete desde quando o governo federal anunciou o início da campanha de vacinação… É sempre assim a resposta: “Não, não tem. Já acabou!”.