15 respostas para “Quando o abraço é sincero…”

  1. Já que referenciado a física ” o princípio da impenetrabilida da matéria “, impossibilita corpos distintos ocuparem espaço comum ao mesmo tempo. Todavia, o poder rompe quaisquer conceitos, trata-se da simbiose de interesses comuns, e somente a vaidade de um limitará o poder do outro.

  2. Se merecem. Deveriam colar bucho com bucho, numa alegoria aos irmãos siameses. Quem é o mais falso dos dois?
    Ah! Newton definiu a lei da gravidade, “que diz matéria atrai matéria, na razão direta de suas massas e na razão inversa do quadrado da distância que as separam.”. Como tem um com massa volumosa, e estavam bem próximo, a atração deve ter ocorrido. No que se refere às atrações de cargas elétricas de sinais opostos, nada tem com Newton, mas com um sujeito denominado de DuFey. Como os dois são feios pra p……a,….. logo.

  3. Isso mostra que os eleitores caxienses fazem um ridículo papel quando se digladiam nas eleições achando que existem sinceridade nos discursos políticos dos candidatos de plantão, tudo jogo de cena e interesses escusos, um tapa na cara daqueles que brigaram ou se intrigaram por candidato A ou B, interesses acima de tudo. Ao povo as migalhas e mentiras, um viva ao atraso da política caxiense….

  4. No meio de uma e outra caçada, nos deparamos com uma caça razoavelmente humm, digamos que não podemos deixarmos escapar, pq poderá ser útil em algum prato… kkkk Cuidado AS, esse caçador nunca dá um tiro pela culatra….

  5. “Em política, as Leis físicas de Newton não se aplicam, pois nela os iguais se atraem”!…

    1. Fábio Gentil é mais mala que todos que estão nesse palanque!

      Só que ele não é mais mala que os mais de 120 mil eleitores de Caxias; quanto mais outros municípios que ele anda infiltrando a filha.

      O resumo dessa ópera será o menos improvável que se imagina.

      1. Concordo contigo, Roque, o povo de Caxias está preparado para dar o troco a essa gangue que quer se instalar no nosso município, esse abraço já mostra tudo para os bons entendedores, aí é que nem corrida de revezamento: um passa o bastão para o outro quando isso lhe for conveniente. Acorda, Caxias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *