As polêmicas transferências para o curso de Medicina do Cesc/Uema

Buda feliz…

Pelo menos 13, das 17 liminares concedidas pelo juiz Sidarta Gautama, da 1ª Vara de Caxias, já teriam sido ‘derrubadas’…

Grande polêmica

…A decisão do magistrado, que deu acesso ao curso de Medicina do Cesc/Uema a alunos brasileiros de universidades particulares do país e do exterior, gerou grande polêmica e obrigou o TJ/MA a agir…

Abafado

…Na época, pelo viés político, o presidente da Assembleia do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), cuidou rapidamente de abafar o assunto levantado no plenário da Casa pelo colega Cesár Pires (PV)!!!

Estaca zero

negociações zeradas

Encerrada a expectativa da grande aliança na semana, as famílias Gentil e Coutinho voltam à estaca zero nas negociações. Mas agora abriu-se a possibilidade de que outras forças políticas se reagrupem em torno do clã Coutinho…

Aliança frustrada

…É que a frustrada aliança teria deixado sequelas ao expor promessas feitas pelo prefeito Fábio Gentil, por exemplo, ao também deputado comunista Adelmo Soares e à secretária da Mulher, Aureamélia Soares; ao secretário de estado de Turismo, Catulé Júnior, e ao pai e presidente da Câmara Municipal, Catulé; e ao secretário municipal do Trabalho, Fause Simão…

Descartáveis

amor descartável…

…O trio agora está cabreiro porque no episódio da reunião de ontem eles se consideraram completamente descartáveis, pois, por muito pouco, muito pouco, caso as negociações avançassem, eles não perderam o espaço que ainda desfrutam no poder de Caxias… Estão escaldados!!!

Reviravolta no PT

novo capítulo

Marcado desde o início por uma intensa guerra interna (semana retrasada), o PED petista caxiense teve novo e polêmico capítulo: desta vez, a Executiva estadual da sigla impugnou as candidaturas da presidente eleita Lays Polyane e mais as de três membros da chapa ‘Muda com a força da Base’: Verner, Ariana e Janailson…

Sem conversa

…Quando da eleição, semana retrasada, que varou a madrugada de domingo para segunda, a disputa interna nos ‘vermelhos’ locais foi parar na 1ª DP de Caxias e lá só não esticou porque o delegado de plantão não quis saber de conversa e mandou que a turma da confusão voltasse para o diretório local da agremiação.

Secos & molhados

mercearia clássica

Moço, da bendita reunião de quinta-feira passada, convocada para bater o martelo do acordão Gentil & Coutinho, o governador Flávio Dino não participou (Dino participou da primeira, que engrenou as restantes), mas deixou em seu lugar Marcelo Tavares, mandachuva da Casa Civil no governo comunista…

…O merceeiro

Pois bem, diz-se que ali como uma espécie de ‘merceeiro’ que iria moderar as demandas de ‘secos & molhados’ dos que estavam no recinto, Marcelo teria ficado estupefato com a pose e a postura de ‘Cabeludo’ olhando por cima para os demais mortais ali reunidos…

…O certo é que entre os ‘secos & molhados’ estariam secretarias municipais, o lugar de vice-prefeito na chapa de ‘Cabeludo’ em 2020 e, veja só, como tornar o hoje vice-prefeito Paulo Marinho Júnior um deputado, de fato, em Brasília…

Tirar o paletó…

Paulo Marinho, o beneditino…

No caso, para isso, Marreca Júnior, o ‘Marrequinha’, é que teria de tirar o paletó de federal para dá-lo a PMJ na capital federal… …Sim, e o ex-prefeito Paulo Marinho, que ‘gentilmente’ contestou minha postagem ‘Pelo beiço?!’, sabia de tudo… Mas posava de monge beneditino, em silêncio e na disciplina do sóbrio e da humildade!!!

Melou mesmo!!!

Depois da verdadeira operação de guerra, montada com o objetivo de juntar no mesmo jacá os grupos Gentil e Coutinho, ao fim, deu em nada, pelo menos por enquanto.

Jacá

taquara e sisal

Não se descarta uma nova tentativa de se traçar a tala de taquara, de bambu, alça de corda de sisal ou coisa parecida para compor um novo jacá, mas não mais nesta sexta-feira, como estava previsto durante toda a semana…

…Enfim, melou a história na qual entrou desde um madrugadeiro ‘asa dura’ para levar o prefeito Fábio Gentil à capital do estado do Maranhão ao salto 15 do rei Luís XV e o pomposo gorro de ‘papai noel’ do governador comunista Flávio Dino.

Bastava chamar uns ‘cabras’…

papai noel

Bicho, o governador maranhense Flávio Dino (PCdoB) não tem noção de onde ele se meteu… Achou que bastava chamar uns cabras do interior do estado, de Caxias, a Princesa do Sertão, e determinar que se fizesse assim e assado… Mas a ‘cabroeira’ caxiense, toda passada na casca do alho, é que deu um nó no governador na hora do pega ‘pra capar’…

O resultado é que agora Dino tá com um galo na cabeça sem saber como se livrar do abacaxi que envolve o prefeito de Caxias do Maranhão, Fábio Gentil (PRB), e os grupos políticos mais tradicionais da região tupiniquim: Coutinho & Marinho…

O atual grupo mandachuva local, o clã Gentil, não tem um pedigree de ‘brastemp’, mas ainda assim achou que poderia nocautear com um copo d’água os rivais…

A trilha

nova trilha...

Mas melou… A história agora poderá seguir a seguinte trilha: Juntam-se o deputado Adelmo Soares (PCdoB), o presidente da Câmara local, vereador Catulé, e o filho secretário estadual de Turismo, Catulé Júnior. Todos com os Coutinho… E, ainda por cima, a família Marinho… A ideia seria isolar Cabeludo!!!… Lascou???!!!

Salto 15

Cabeludo nas alturas…

Está mesmo entrando água no navio do prefeito de Caxias, Fábio Gentil. Além do beição do ex-prefeito Paulo Marinho, que anda ruminando silenciosamente a insatisfação do grupo Marinho, os envolvidos na complexa negociação política que acontece em São Luís sob as bênçãos do governador comunista Flávio Dino e visa o acordão Gentil & Coutinho agora dizem que ‘Cabeludo’ foi para a negociação ‘vestido’ de rei Luís XV!!!

Do alto do vistoso salto 15, Gentil ofereceu ao invés de um “pacote bacana”, como esperado, “só ‘uma merrequinha’, e ainda embrulhada em papel de mercearia antiga!!!

Bola sete

Rapaz, o pessoal tá zangado: “Pô, esse cara tá se achando a própria bola sete da sinuca!”… Não, não, assim o negócio vai todo por água abaixo!!!

Cheiro de borracha queimada?!

borracha queimando?!…

Nas útimas horas, há gente sentindo cheiro de borracha queimada no iminente anúncio oficial do acordo Gentil & Coutinho. O nó da questão seria a troca do nome na candidatura a vice-prefeito (a) da chapa de Fábio Gentil em 2020…

…Ao que parece, o grupo Marinho se sentiu deslocado das negociações em andamento e também já não aceitaria retirar Paulo Marinho Júnior da cédula eleitoral no próximo embate de 2020 na Princesa do Sertão…

Guerra 2022

encouraçado de Rubens Júnior

…Já outros apontam a ânsia de Rubens Pereira em fechar logo o acordão porque, assim, ele mataria dois coelhos com uma só cajadada: anular o inimigo Gabriel Tenório em Matões e, de quebra, ainda contar com o apoio dos grupos Coutinho e Gentil ao ‘encouraçado’ do filho Rubens Júnior na guerra estadual de 2022!!!

Pelo beiço?!

será?!

Recolhido a um silêncio de dar dó, o ex-prefeito Paulo Marinho não tem dado um pio sobre o acordão Gentil & Coutinho…

…Nos bastidores há versões conflitantes… Uns dizem que PM calou a pedido do filho e vice-prefeito Paulo Marinho Júnior…

…Mas outros dizem que, apesar do amuamento e da cara feia do ex-prefeito da Princesa do Sertão, ele “vai acabar sendo puxado exatamente pelo beiço grande que anda exibindo!”!!!

Latifúndio

a parte que lhe cabe…

E, a propósito, há coisa de uma hora atrás, Ferdinando Coutinho, acompanhado do ex-presidente da Câmara de Caxias Ironaldo Alencar, foi visto saindo da Churrascaria Rossini, na Avenida dos Holandeses, na ‘Ilha’!… Por sinal, Ironaldo é outro que não se sabe a parte que lhe cabe nesse latifúndio!

Na pelada do Rubão

Ontem, na capital maranhense, ao dia, na já tradicional ‘pelada’ das quartas-feiras organizada pelo ex-deputado Rubens Pereira, o ‘Rubão’, o prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho, se ‘aquecia’ para entrar em campo, hoje, em mais uma rodada de negociações em torno do acordão Gentil & Coutinho em Caxias… A disputa no campo da pelada se dava entre deputados versus prefeitos…

Aquecimento

Tilintando

…Nas fotos vê-se ‘Grandão II’ (Ferdinando); o deputado estadual Adelmo Soares; Rubão; o prefeito de Lago da Pedra, Laércio Arruda; e outros… Copos tilintando, ao som de voz e violão… Aquecimento dos bons!