Cabeludo vai e PMJ assume

O prefeito Fábio Gentil (PRB) vai de férias e o vice Paulo Marinho Júnior (PP) senta na cadeira principal do Palácio da Cidade… A troca de poltrona acontece no dia de 2 de outubro e durará 13 dias…

Oficialmente, Cabeludo vai “para cuidar da saúde e descansar uns dias”, mas há quem acredite que o prefeito teria outras agendas não confessas.

Veja mais detalhes: http://www.blogdoludwig.com/ e http://www.irmaoinaldo.com.br/

Jogo político

o xadrez

De hoje até no máximo quinta-feira é possível que já se tenha definida a chapa do grupo Coutinho que deverá enfrentar o prefeito Fábio Gentil (PRB)…

Fontes da coluna disseram, porém, que ainda falta uma conversa com uma personagem fundamental, que poderia vir a ocupar o lugar de candidato a vice-prefeito na chapa oposicionista…

Enquanto isso, continua a polêmica sobre de quem seria a culpa pelo fracasso da tentativa de união das famílias Gentil e Coutinho, que foi para o brejo na quinta-feira passada, véspera da data marcada para o anúncio oficial do casamento dos dois clãs…

Fratura

quebrou

Na verdade, o acordão melou porque Fábio Gentil voltou atrás no que já havia garantido ao interlocutor do grupo Coutinho, que seria o ex-presidente da Câmara de Caxias Ironaldo Alencar…

Acerto

O acerto incluiria o lugar de candidata a vice-prefeita para Cláudia Coutinho, mulher do prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho, mais duas secretarias municipais para os Coutinho, um ano de presente de mandato na Câmara Federal para o hoje vice-prefeito Paulo Marinho Júnior (PP) e mais outras ‘coisitas’ irreveláveis…

Para PMJ poder chegar lá, porém, era preciso que Marreca Júnior (Patriota), o ‘Marrequinha’, e Juscelino Júnior (Democratas) dissessem sim, mas parece que faltou combinar com os dois…

Presentes à polêmica reunião, o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, e o chefe de Articulação Política e Comunicação, Rodrigo Lago… Flávio Dino acompanhava o desenrolar da coisa à distância… O resto que se conta é pura firula!

A candidata

candidata a prefeita

A deputada estadual maranhense Cleide Coutinho (PDT) vem a Caxias, região leste do estado do Maranhão, no início da semana, até quarta ou quinta-feira, para anunciar que vai apoiar a vereadora Thais Coutinho (PSB) para prefeita de Caxias ….

Thais foi a escolhida do grupo Coutinho para enfrentar o atual prefeito da Princesa do Sertão, Fábio Gentil (PRB), mais conhecido como ‘Cabeludo’…

Mais detalhes na coluna… Amanhã…

Qual caminho a seguir?!

encruzilhada

De tudo que li nos espontâneos comentários dos leitores da coluna, aos quais agradeço e aplaudo, a síntese é a de que esta cidade maravilhosa, de um passado histórico grandioso, não merece ficar restrita aos conchavos de uma elite que não se sensibiliza com as demandas do povo regional.

Vi apelos ao legado, críticas à coisa miúda dos acertos entre quatro paredes e, o mais importante: falta debate, contraponto ao poder estabelecido e às suas negações às profundas demandas sociais da Princesa do Sertão.

Lugar algum

Nenhuma cidade ou município vai a lugar algum sem que haja em seus redutos a discussão democrática sobre o que, afinal, Caxias precisa…

Perspectiva vesga

…Numa encruzilhada, quando se olha ao longe, a impressão é a de que a perspectiva é vesga e completamente disforme da realidade!!!

Aliança fraturada no meio do caminho

quebrou

Fontes próximas à deputada Cleide Coutinho (PDT) afirmam que a parlamentar não quer mais nem ouvir o nome do prefeito Fábio Gentil…

…Agastada com o que houve na reunião de quinta-feira passada, CC não esconderia de ninguém o seu tremendo aborrecimento em relação ao assunto da tal aliança Gentil & Coutinho…

Batalha de 2020

Mas nenhum de seus aliados arrisca também afirmar que a parlamentar já se decidiu, ela mesma, a ir para a frente na batalha contra a reeleição do mandatário caxiense em 2020.

As polêmicas transferências para o curso de Medicina do Cesc/Uema

Buda feliz…

Pelo menos 13, das 17 liminares concedidas pelo juiz Sidarta Gautama, da 1ª Vara de Caxias, já teriam sido ‘derrubadas’…

Grande polêmica

…A decisão do magistrado, que deu acesso ao curso de Medicina do Cesc/Uema a alunos brasileiros de universidades particulares do país e do exterior, gerou grande polêmica e obrigou o TJ/MA a agir…

Abafado

…Na época, pelo viés político, o presidente da Assembleia do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), cuidou rapidamente de abafar o assunto levantado no plenário da Casa pelo colega Cesár Pires (PV)!!!

Estaca zero

negociações zeradas

Encerrada a expectativa da grande aliança na semana, as famílias Gentil e Coutinho voltam à estaca zero nas negociações. Mas agora abriu-se a possibilidade de que outras forças políticas se reagrupem em torno do clã Coutinho…

Aliança frustrada

…É que a frustrada aliança teria deixado sequelas ao expor promessas feitas pelo prefeito Fábio Gentil, por exemplo, ao também deputado comunista Adelmo Soares e à secretária da Mulher, Aureamélia Soares; ao secretário de estado de Turismo, Catulé Júnior, e ao pai e presidente da Câmara Municipal, Catulé; e ao secretário municipal do Trabalho, Fause Simão…

Descartáveis

amor descartável…

…O trio agora está cabreiro porque no episódio da reunião de ontem eles se consideraram completamente descartáveis, pois, por muito pouco, muito pouco, caso as negociações avançassem, eles não perderam o espaço que ainda desfrutam no poder de Caxias… Estão escaldados!!!

Reviravolta no PT

novo capítulo

Marcado desde o início por uma intensa guerra interna (semana retrasada), o PED petista caxiense teve novo e polêmico capítulo: desta vez, a Executiva estadual da sigla impugnou as candidaturas da presidente eleita Lays Polyane e mais as de três membros da chapa ‘Muda com a força da Base’: Verner, Ariana e Janailson…

Sem conversa

…Quando da eleição, semana retrasada, que varou a madrugada de domingo para segunda, a disputa interna nos ‘vermelhos’ locais foi parar na 1ª DP de Caxias e lá só não esticou porque o delegado de plantão não quis saber de conversa e mandou que a turma da confusão voltasse para o diretório local da agremiação.

Secos & molhados

mercearia clássica

Moço, da bendita reunião de quinta-feira passada, convocada para bater o martelo do acordão Gentil & Coutinho, o governador Flávio Dino não participou (Dino participou da primeira, que engrenou as restantes), mas deixou em seu lugar Marcelo Tavares, mandachuva da Casa Civil no governo comunista…

…O merceeiro

Pois bem, diz-se que ali como uma espécie de ‘merceeiro’ que iria moderar as demandas de ‘secos & molhados’ dos que estavam no recinto, Marcelo teria ficado estupefato com a pose e a postura de ‘Cabeludo’ olhando por cima para os demais mortais ali reunidos…

…O certo é que entre os ‘secos & molhados’ estariam secretarias municipais, o lugar de vice-prefeito na chapa de ‘Cabeludo’ em 2020 e, veja só, como tornar o hoje vice-prefeito Paulo Marinho Júnior um deputado, de fato, em Brasília…

Tirar o paletó…

Paulo Marinho, o beneditino…

No caso, para isso, Marreca Júnior, o ‘Marrequinha’, é que teria de tirar o paletó de federal para dá-lo a PMJ na capital federal… …Sim, e o ex-prefeito Paulo Marinho, que ‘gentilmente’ contestou minha postagem ‘Pelo beiço?!’, sabia de tudo… Mas posava de monge beneditino, em silêncio e na disciplina do sóbrio e da humildade!!!

Melou mesmo!!!

Depois da verdadeira operação de guerra, montada com o objetivo de juntar no mesmo jacá os grupos Gentil e Coutinho, ao fim, deu em nada, pelo menos por enquanto.

Jacá

taquara e sisal

Não se descarta uma nova tentativa de se traçar a tala de taquara, de bambu, alça de corda de sisal ou coisa parecida para compor um novo jacá, mas não mais nesta sexta-feira, como estava previsto durante toda a semana…

…Enfim, melou a história na qual entrou desde um madrugadeiro ‘asa dura’ para levar o prefeito Fábio Gentil à capital do estado do Maranhão ao salto 15 do rei Luís XV e o pomposo gorro de ‘papai noel’ do governador comunista Flávio Dino.