O Memorial da Balaiada pede socorro…

Obras do Memorial da Balaiada não resistiram às chuvas que caíram nos últimos dias sobre a cidade. Inaugurado no dia 26 de junho de 2004, na cidade de Caxias MA, o museu remete à história da Guerra da Balaiada.

Hoje com vários problemas em sua estrutura física, paredes rachadas, infiltrações, o telhado e o forro da sede do memorial não suportaram as águas torrenciais que desabaram na região, o que comprometeu uma vasta documentação e réplicas feitas de barro contidas no seu interior.

Segunda feira foi dia de limpeza, triste a cena da casinha de barro literalmente derretida… O frágil material com que a mesma foi construída era a síntese da originalidade de um tempo de ontem e de hoje, a qual ainda se encontra em vários locais da zona rural da Princesa do Sertão.

9 respostas para “O Memorial da Balaiada pede socorro…”

  1. Não adianta toda essa discussão, vcs ainda vão ter que eleger a mimada do moço, bastou ele prometer um décimo 13, 14, 15 e 16 que a população já está toda derretida, pode escrever o que estou dizendo, ele vai meter esse fumo em nós por mais quatro anos, deixando a mimadinha lá em Brasília só arrotando caviar e mandando para Caxias os Puns para quem votou e para quem não votou. Acorda Caxias.

  2. Estamos vivenciando e convenhamos que o poder publico não é público para o povo e sim para uma meia dúzia de babões, a começar pela Casa do Povo, que só fazem o que o mandatário quer, enquanto as relíquias da cidade estão se desmoronando a céu aberto e debaixo das barbas do sr. prefeito, que nada faz, e esperamos porque estão chegando novas eleições, e a todo custo e nem que a vaca tussa ele vai querer eleger a sua primogênita. Mas calma aí, primeiro coloque suas barbas de mói…kkkk

  3. Infelizmente a gente ver que as coisas realmente importantes as autoridades locais não dão valor nesta cidade.

  4. Uma pena o Memorial ter chegado a esta situação, os governantes não estão nem aí pra tal coisa. Certo que não foi edificado pelo município, mas foi entregue ao município para a partir daí se ter as devidas manutenções, que creio que não saia tão caro para o poder local, mas cabe a cada um ver o que o povo merece, não deixemos aqui de lembrar da inesquecível profa. Valquiria, que sempre deu o devido apoio ao Memorial da Balaiada.

  5. Lamentável tragédia, o museu é uma das poucas coisas importantes já feitas em Caxias no governo de Márcia Marinho!

  6. Jotônio,
    A empresa construtora que edificou o Memorial da Balaiada deve ser responsabilizada, exemplarmente.
    A sociedade Caxiense deve exigir, com celeridade, a recuperação do Memorial das autoridades responsáveis, sob pena de apuração, em juízo, dos danos causados ao patrimônio de valia inestimável.
    Um forte abraço.
    Joaquim Benedito

    1. Anote-se aí também a irresponsabilidade da administração do local, pois vazamentos e infiltrações não acontecem da noite para o dia. Esse governo local não cuida de nada que realmente importa em Caxias. É uma lasqueira!

    2. Em que ano a empresa concluiu o Memorial? A garantia da integridade da obra é de 5 anos (texto de lei). Se já ocorreram mais de 5 anos, a responsabilidade é do responsável pela conservação, no caso, creio, é s Prefeitura Municipal, ora gerida por um incompetente, preguiçoso e irresponsável, mitômano contumaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *