O cidadão Antônio Manoel Velozo…

Estupefato, o juiz e cidadão Antônio Manoel Velozo se manifesta sobre comentário nas redes sociais de outro conterrâneo que critica a intenção de vereadores governistas de legalizar o uso de paredões de som em Caxias, conforme registrado aqui no site… Leia abaixo:

“Odair Carvalho, você tem toda razão. Perfeita sua colocação. Tem assuntos de interesse local bem mais importantes para a cidade do que regularizar “paredões”. Utilizar uma sessão extraordinária da Câmara Municipal para discutir regularização de “ paredões”, além de despender  recursos públicos já tão escassos, revela manifesta e total insensibilidade para o enfrentamento de problemas bem mais urgentes dos nossos munícipes. Um exemplo de relevante interesse público, que deveria ser objeto de imediata discussão pelos edis caxienses e outras instituições locais reside no fato de prédios tradicionais de nossa cidade sofrerem de um processo cruel de ruína, a exemplo do Cassino Caxiense e do Clube Alecrim. Afora os problemas afetos à saúde, segurança pública, fortalecimento da Guarda Municipal, ocupação do espaço urbano, trânsito, comércio ambulante etc. Saudações democráticas”.

8 respostas para “O cidadão Antônio Manoel Velozo…”

  1. Regularizar paredões que mais parecem trio elétrico é de uma palhaçada sem tamanho. Já não basta deixar de fiscalizar a esculhambação que são os escapamentos das motocicletas que produzem um barulho ensurdecedor!!!!

  2. Esse tipo de abordagem sobre a eventual “legalização de paredões” é a prova de viver no ápice da ignorância. É preciso entender que o paredão não é som, ele é caracterizado apenas como ruídos abusivos, indesejáveis, ensurdecedores, perturbadores, irritantes e prejudiciais à saúde. Os paredões propagam sempre uma sensação desagradável, tirando o sossego dos nossos lares. É necessário entender que os níveis de pressão sonora devem seguir as regras e procedimentos adotados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas- NBR 10.501.

  3. Não foi candidato porque não quis ! Batemos à sua porta com o cavalo selado, o programa pronto e o compromisso. Só às ações do governo, sem estado, sem união, nós triplicamos o PIB do Maranhão. (Óbvio, não precisamos da Câmara). Só eficácia e honestidade. Caxias em uma década perdeu RS 1 bilhão…

  4. Nsse comunista aí eu boto fé!… O cidadão está em completa sintonia com os problemas que afligem nossa comunidade.

  5. Por que o cidadão Velozo não se candidata a prefeito de Caxias para acabar com a esculhambação?

    1. Porque no Brasil não há um cidadão que chegue ao poder por seus belos olhos, sempre vão precisar de cabras eleitorais para financiar campanhas e com isso fica com o rabo preso impedido de governar para o cidadão que paga seus impostos. Os carros de som de Caxias, os chamado carros de propaganda aterrorizam os ouvidos da população. Algum vereador se manifesta sobre esse assunto?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *