Vereador denuncia cobrança de pedágio na Prefeitura para falar com o prefeito…

imagem ilustrativa – foto uol

O vereador governista Darlan surpreendeu os colegas na sessão de segunda-feira passada (24/05) ao denunciar um suposto esquema de pedágio na Prefeitura de Caxias MA que facilitaria encontros entre o prefeito Fábio Gentil (Republicanos) com legisladores locais.

O parlamentar não foi específico na sua denúncia, mas deu a entender claramente que alguém dentro do Palácio da Cidade estaria cobrando dinheiro para agendar e facilitar encontros do prefeito com vereadores.

Veja o vídeo:…

Novos desafios

Lideranças estaduais e municipais maranhenses dão início às conversações que miram a disputa eleitoral de 2022. O próprio governador Flávio Dino (PCdoB) já vem dando alguns passos com o objetivo de manter sua hegemonia política no próximo ringue do poder estadual.

No caso de Caxias, a próxima disputa eleitoral trará desafios novos e instigantes para os agentes políticos que formam o poder local e estadual. A pandemia de covid-19, as mortes daí oriundas e suas demais funestas consequências já são um cenário que por si só vão render muitas discussões. Por enquanto, no entanto, a minúscula oposição caxiense não consegue admoestar o prefeito Fábio Gentil, que prossegue com um discurso vitorioso, embora tenha uma fraca atuação em meio à doença que continua infectando e matando muita gente na região.

Mas as coisas devem mudar quando vier a futura campanha eleitoral… Já se antever, por exemplo, dificuldades no núcleo duro para convencer os aliados governistas a se juntar em torno da candidatura de Amanda Gentil, a filha mais velha do prefeito que hoje trabalha abertamente para se eleger deputada federal em 2022 (Coluna Caxias em Off/Jornal Pequeno de quarta-feira passada, 19/05/21).

Juiz extingue processo de Paulo Marinho contra expedição de diploma ao vereador Catulé…

O juiz eleitoral Gilson Ramalho de Lima extinguiu o processo do ex-candidato a vereador Paulo Marinho contra a expedição de diploma ao vereador eleito Catulé.

Para tornar extinto o processo, sem resolução do seu mérito, o magistrado apontou como prejudicada a análise da questão preliminar referente à irregularidade da representação e ainda a falta de interesse jurídico do próprio Paulo Marinho.

No processo, Paulo Marinho acusou o vereador eleito Catulé de ter praticado abuso de poder político e econômico para poder se eleger em 2020 e, ainda, que teria havido a existência de falhas e/ou manipulação dos dados da totalização das eleições em Caxias, uma vez que o Chefe de Cartório da 4.ª Zona Eleitoral, Jardel Oliveira, seria sócio-proprietário de um hotel, cuja gestão seria da responsabilidade de Catulé (O Informante/JP).

Sumiços do prefeito para os Lençóis Maranhenses intrigam aliados…

Com uns sumiços misteriosos para a região entre Tutóia e Barreirinhas, o prefeito Fábio Gentil (Republicanos) é alvo de muitos mexericos nos bastidores do poder.

Afora que além dos sumiços da cidade, Cabeludo, por último, tem botado uma banca danada para receber os aliados… Hoje, só lhe tem acesso algumas poucas figuras.

À margem do poder…

Embora haja uma explícita hegemonia política em Caxias, aqui e acolá, aliados mais antigos do governo vêm expressando alguma contrariedade em rodas de conversa. São rodas de conversa restritas, frequentadas por quem costumava ter acesso ao poder na primeira administração de Fábio Gentil (Republicanos) e hoje se sente relegado a segundo plano.

São reclamações típicas de quem antes se sentia parte orgânica do meio e que agora se acha à margem do poder… As mudanças no secretariado, as demissões de uns e as admissões de outros estão entre os principais assuntos. No que também acompanha a turma do baixo clero das secretarias adjuntas, das coordenadorias e das chefias. Ou seja, o elo das conversas contém o elemento da perda de cargos e a influência destes, o desprestígio consequente, e vai por aí afora.

Na verdade, todos ingredientes da receita política e da formação do bolo tradicional do poder. Poder é sinônimo de cargos, e sem estes os agentes políticos não são nada… Daí o sentimento de tristeza no rosto de algumas figuras que exibiam seus crachás oficiais no município e fora dele até o derradeiro dia de 2020 (Editorial da coluna Caxias em Off, do Jornal Pequeno de 03/03/21).

Entre o domínio da família Gentil e outras opções…

A família Gentil tem o domínio político absoluto no município. Tudo corre para os Gentil na cidade e na zona rural. É fato.

Por outro lado, as poucas opções de um guarda-chuva na oposição já estão preenchidas e, assim, não há mais nem como barganhar algum cargo do estado na região, os quais são controlados pelo grupo Coutinho.

Dessa maneira, quem ficou de fora do primeiro escalão neste segundo mandato de ‘Cabeludo’ tem de se contentar com a função que o núcleo duro palaciano oferece como compensação.

No caso, as compensações variam de secretarias adjuntas a coordenadorias e chefias de postos existentes nas diversas extensões da Prefeitura.

Ou então fornecimento e/ou prestação de serviços para a Viúva… Mas, atenção, essas últimas são atividades de alto risco e exigem muita paciência, pois o pagamento por elas é incerto e leva meses para sair.

O vereador Torneirinho nem precisou ser chamado pelo governo…

Ligeiro bala na defesa do governo, o próprio vereador se chamou, travestiu-se de repórter, levou um câmera para ajudá-lo e foi até o Complexo Hospitalar Gentil Filho (Hospital Geral de Caxias) para tentar desconstruir a história do vídeo que o parente de uma paciente gravou in loco esta semana nas dependências daquela instituição médica.

Por conta disso, já estão dizendo que Torneirinho poderá até ser o novo assessor de Imprensa do governo, substituindo Guto no cargo!

É, os vereadores novatos e governistas estão se notabilizando por uma série de ações inusitadas: uma hora eles fiscalizam o comércio, dizendo que é importante para o combate à pandemia, noutra se passam por repórteres em hospital.

E olha que a nova legislatura apenas mal começou!!!

Williams Assunção é o novo secretário de Indústria e Comércio…

O engenheiro Williams Maranhão Assunção é o novo titular da Secretaria de Indústria e Comércio de Caxias MA.

Nomeado no último dia 22 de fevereiro, Williams Assunção é formado em engenharia Química pela Universidade Federal de Pernambuco. No currículo, coleciona ainda a gerência de contas do Banco do Brasil e a chefia do setor de Química das Indústrias Assunção.

Williams Assunção foi diretor geral da Câmara Municipal de Caxias durante os últimos quatro anos, período em que o vereador Catulé foi o presidente do poder Legislativo, vindo daí a proximidade e provável indicação do mais novo nome do governo municipal… Com informações do Blog do Sabá.