Ação das polícias federal e civil na região desassossega muita gente em Caxias…

A prisão de um dos donos da BetsVip (casa de bingo) em Caxias MA desassossegou uma pá de gente, incluindo políticos locais. Associado a isso, as operações Mormaço e Hesíodo em Teresina, Timon e Caxias, da Polícia Federal, terminaram por deixar muitos de cabelo em pé.

Mas as operações Mormaço e Hesíodo são distintas da que atingiu a BetsVip, um caso mais específico e relacionado diretamente ao município caxiense.

No caso, teria sido preso Mailson de Abreu Brito, o ‘Arrupiado’, de 30 anos, responsável pela casa de bingo BetsVip.

Assim, ontem foi um dia policial atípico que mexeu muito com o meio político da Princesa do Sertão e ainda vai dar o que falar por um bom tempo.

Gaeco federal em Caxias…

imagem ilustrativa

Tal como recentemente criado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, no estado de Minas Gerais, também deverá ser criado em Caxias MA o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado no Ministério Público Federal (Gaeco).

O grupo local contará com uma estrutura permanente e especializada de apoio a investigações envolvendo crime organizado e delitos de natureza complexa.

Ex-candidato a vereador é morto pelo próprio filho adolescente em Caxias…

Morto com um tiro na cabeça pelo próprio filho adolescente, o mototaxista Cloves Rodrigues dos Santos, de 50 anos, já havia trabalhado como agente administrativo na delegacia de Polícia Civil do bairro Cohab e era muito conhecido na cidade. Em 2020, inclusive, foi candidato a vereador, mas não teve sucesso nas urnas.

O fato, que chocou a população de Caxias MA, aconteceu agora à noite (1/3) na Rua Professor Arlindo, no Residencial Eugênio Coutinho. O assassino, I.P.C.S, é de menor.

O crime teria ocorrido após uma discussão entre pai e filho. A polícia está em busca do paradeiro do rapaz, que fugiu do local depois do trágico episódio.

Frentista baleado em assalto no Posto Guimarães, em Caxias…

Um frentista foi baleado em uma suposta tentativa de assalto no Posto Guimarães, em Caxias MA. A ação criminosa aconteceu agora há pouco (14/1).

De acordo com as informações iniciais, foram ouvidos vários disparos no posto, mas, por sorte, o frentista não estaria correndo risco de morte. Ele teria sido atingido apenas na perna.

A polícia investiga o caso.

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na casa do ex-prefeito de Aldeias Altas Zé Reis e de ex-secretários…

A operação da Polícia Civil teve como alvos o ex-prefeito de Aldeias Altas MA Zé Reis e os ex-secretários de Administração e Finanças, Marcus Aurélio Rego Ferreira; o ex-secretário-Adjunto de Administração e Finanças, Jackson de Almada Coutinho; e o ex-chefe do Departamento de Contabilidade do Município de Aldeias Altas, Antônio Rodrigues Bezerra.

A ação de busca e apreensão foi determinada pelo juiz Sidarta Gautama, da 1ª Vara Cível de Caxias, a pedido da nova administração de Aldeias Altas, que alegou que “José Reis Neto, juntamente com a sua equipe de administração, finanças e contabilidade, passou a sonegar dados contábeis e administrativos, além de documentos públicos essenciais para os assessores do prefeito eleito (Kédson Lima), inclusive ocultando os dados relativos à folha de pagamento de todos os funcionários efetivos, comissionados e contratados da Prefeitura Municipal de Aldeias Altas”.

Buscas

A Polícia fez buscas na cidade de Caxias em uma casa na Rua Cristino Cruz, nº 757, centro, e em um escritório da Rua Doutor Miron Pedreira, nº 147, centro, e em outros locais.

Hilux roubada há pouco no Brejinho por 5 indivíduos fortemente armados…

Com mais essa, já são duas Hilux roubadas em menos de duas semanas no povoado Brejinho, do município de Caxias MA, por cinco indivíduos fortemente armados.

No mês passado, no mesmo local, os bandidos também levaram um Fiat Strada de lá.

Motoristas precisam ficar em alerta ao passar por essa região na BR-316… Ali, roubos e assaltos têm sido frequentes.

Polícia prende motorista responsável pelo acidente que causou as mortes de Antônio Medino e Natália Silva…

A polícia já prendeu o motorista da Toyota Hilux que se chocou com a moto Honda Bros conduzida por Antônio Francisco Silva de Medino, de 35 anos, na estrada de São João do Sóter MA (MA-127), na manhã de hoje (20/12).

No grave e fatal acidente, morreram Antônio Francisco Silva de Medino, funcionário da farmácia Pague Menos em Caxias MA, e a companheira Natália dos Santos Silva, de 26 anos.

Antônio Medino morreu na hora do violento choque entre os veículos e Natália Silva ainda chegou a ser atendida por uma ambulância do SAMU, mas faleceu a caminho do hospital em Caxias MA.

O motorista que dirigia a Hilux é José Cássio Costa Nunes da Silva, 33 anos, caxiense, mas policial militar no estado do Ceará.

O policial foi preso pela Polícia Militar já no povoado Cazajeiras, em Codó-MA. Ele se evadiu do local do acidente na MA-127, mas a polícia acompanhou seu trajeto.

Embriagado

Feito o teste do bafômetro, foi constada a embriaguez de José Cássio e ele foi autuado por homicídio culposo. Com ele na Hilux estavam mais duas pessoas.

Empresa que fez concurso público em Caxias é alvo de operação policial no Piauí…

As empresas Instituto Machado de Assis e Crescer Consultoria, apontadas como participantes do esquema de fraude a licitações e a concursos públicos, movimentaram pelo menos R$ 28 milhões, em cerca de 11 anos de atuação em municípios do Piauí e do Maranhão. Esse foi o valor bloqueado judicialmente a pedido do Ministério Público Estadual. Entre os presos, estão um servidor da Assembleia Legislativa, uma empresária e uma professora da Instituto Federal do Piauí (IFPI), que são apontados como líderes da organização.

A segunda fase da operação Dom Casmurro é um desdobramento de uma investigação iniciada após denúncias de irregularidades em um concurso da Câmara Municipal de Cocal, no norte do Piauí. Ao todo, são 13 denunciados. Foram cumpridos oito mandados de prisão, inclusive contra três pessoas apontadas como líderes da organização: 

Raimundo Wernes Fernandes Torres Filho – Servidor da Alepi – apontado como o líder político da organização. De acordo com a denúncia, ele era o responsável por articular junto a prefeitos e gestores públicos a realização de concursos fraudulentos.

Elmira Paulo Dias – empresária, ela cuidava da parte pedagógica da organização, recrutando professores, elaborando com questões de concursos. Também era responsável pela parte administrativa como pagamento de aluguéis e de outras despesas.

Rosimeyre Vieira da Silva – professora do IFPI – cuidava da logística da aplicação das provas.

11 municípios

De acordo com as investigações, existem indícios de que, somente o Instituto Machado de Assis tenha fraudado concursos em pelo menos 11 municípios do Piauí:

Francisco Santos 
União 
Inhuma
Oeiras
Esperantina
Luís Correia
São José do Piauí 
Campo Maior 
Picos 
Paulistana
E Câmara Municipal de Cocal

Caxias MA

A empresa Machado de Assis também foi a responsável pelo último concurso da Prefeitura de Caxias MA.

Apadrinhados

 “Era uma ação deliberada para beneficiar apadrinhados políticos e pessoas próximas à gestão. Eram empresas que atuavam há mais de 10 anos, frustrando sonhos de muitos estudantes”, explicou o coordenador da Delegacia de Combate à Corrupção, Ferdinando Martins.

Ainda de acordo com as investigações, as duas empresas pertenciam ao mesmo núcleo familiar e, em alguns casos, chegavam a simular concorrência. ” Em alguns municípios elas chegavam a disputar licitações e uma perdendo por coisas simples, erros grosseiros”, destaca o delegado.

Os três líderes apontados pelas investigações também conseguiram formar um patrimônio milionário, que inclui carros de luxo, imóveis e grandes quantias que eram movimentadas em espécie. De acordo com a denúncia, eles usavam contas de familiares para ocultar o patrimônio.

Outros municípios

 O promotor José William, membro do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), explica que a operação Dom Casmurro II tem como foco as denúncias de irregularidades praticada em Cocal. Eventuais fraudes cometidas em outros municípios devem ser apuradas posteriormente pelos juízos competentes de cada área. 

“Não está se investigando eventuais concursos nos outros locais. Cada cidade terá sua própria investigação. O que está sendo investigado é a organização criminosa, que atuou no Piauí e no Maranhão. A partir dessa licitação fraudada na cidade de Cocal, parte para investigar os crimes posterior de lavagem de dinheiro”, explicou o promotor.

Direcionar licitações

Ainda de acordo com as investigações, o grupo conseguia direcionar licitações para vencer e realizar provas, que, em muitos casos, também eram fraudadas para beneficiar apadrinhados de gestores públicos. 

“Os municípios faziam licitações para contratar essas empresas. As duas sempre ganhavam essas licitações, porque eles restringiam tanto o edital que só elas venciam. Posteriormente, eles faziam os editais com alguns concursos públicos beneficiando os apadrinhados. A gente constata coisas desse tipo. Esses recursos públicos eram ocultados em nome de laranjas. Eles tinham pessoas que recebiam recursos, transacionavam valores nas contas para ocultar da Receita Federal e dos Órgãos de Controle o rastreio desses bens”… Com edição e acréscimos, matéria Cidade Verde.

Criminosos atiram na cabeça de jovem que se encontrava no posto Santa Rita…

arielson gaido

O jovem Arielson Mota Gaido, de 22 anos, foi baleado na madrugada de hoje (13/12), no posto Santa Rita, localizado na BR 316, em Caxias MA, por volta das 3h30min.

Os criminosos teriam chegado em um Fiat vermelho, eram dois. Um deles atirou na cabeça de Arielson Gaido, sem possibilidade de defesa. A vítima, funcionário do Mix Matheus, estava acompanhado de um amigo de infância, que fugiu do local.

Arielson está internado no Hospital Macrorregional de Caxias, com uma bala alojada no crânio.

O mesmo deverá ser operado amanhã, quando um neurologista chegar à unidade médica estadual local para fazer a cirurgia.