O ‘príncipe’ da herdeira caxiense: Yury Paredão foi preso depois de atirar aos pés do caseiro para se divertir e divertir os amigos…

Yury Bruno Alencar Araújo, 33 anos, conhecido como ‘Yuri do Paredão’, foi preso em Juazeiro do Norte (a 493,4 quilômetros de Fortaleza), no dia 6 de agosto de 2018, por conta de um vídeo que mostra o empresário com uma arma de fogo atirando no chão, na direção dos pés de uma pessoa, que seria o seu caseiro. Pelo menos seis disparos foram realizados… Veja no vídeo abaixo.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), que confirmou a prisão de Yury à época, a arma de fogo utilizada no crime pertence à Polícia Militar de Pernambuco e foi apreendida por policiais civis na fazenda de Yuri. A vítima que aparece no vídeo também foi ouvida, informou a Secretaria. O empresário foi autuado por porte ilegal de arma de fogo e disparos de arma de fogo. Ele foi encaminhado para a cadeia pública de Juazeiro do Norte.

“No vídeo, o investigado não pratica o ato com a intenção de matar o indivíduo, tratando-se de uma brincadeira arriscada, tendo em vista a multiplicidade de tiros. Entretanto, sequer possui qualquer registro de arma de fogo no Sinarm (Sistema Nacional de Armas), conforme consulta no sistema Infoseg (o sistema nacional de informações e estatísticas da Secretaria Nacional da Segurança Pública (Senasp), o que reforça a ilicitude da arma de fogo utilizada”, afirma o documento da Justiça (Com informações do OPOVO).

*O caso voltou à tona na região porque ‘Yury do Paredão’ ficou mais conhecido em Caxias MA depois da notícia do namoro com a filha do prefeito Fábio Gentil e secretária municipal de Governo, Amanda Gentil... Agora, ambos são pré-candidatos a deputado federal em seus respectivos estados.

Confira abaixo a presepada do moço:

Merenda escolar estragada: governo e vereadores de Caxias se contradizem e tentam negar o óbvio…

Depois de a própria Secretaria Municipal de Educação de Caxias MA emitir nota confirmando as toneladas de merenda escolar estragada (reveja o assunto aqui) e dizer que os fornecedores iriam repor todos os estoques dos produtos com prazo vencido, agora, a Assessoria de Comunicação da Prefeitura e um grupo de vereadores serviçais ao poder vêm a público classificar de fake as matérias publicadas sobre o assunto.

Veja abaixo a nota da Secretaria Municipal de Educação de Caxias:

Seria mais digno da parte do governo se o mesmo tivesse apenas assumido a culpa e tentasse remediar o fato indesculpável…

Mas não, a Assessoria de Comunicação do prefeito e vereadores governistas tentaram de forma malandra reverter a situação e o próprio desgaste administrativo chamando de mentirosos os que trouxeram a público o episódio das milhares de crianças que criminosamente ficaram sem merenda escolar em plena pandemia de covid-19, grudando assim ao peso do tempo o que já era um acontecido triste, insensível e vergonhoso na hoje cada vez mais decadente Princesa do Sertão.

Leia mais sobre o assunto clicando aqui.

Nota de Repúdio

No dia 02 de agosto de 2020, a sociedade, a Polícia Militar e principalmente a Família Viana Maia Carvalho Araújo tornaram-se vítimas do despreparo de um agente policial.

O assassinato de um policial representa uma ameaça à ordem pública e um vazio na sociedade.

Não podemos nos calar, um ano, após o cruel assassinato do Sub-Tenente Baltazar, nós, família, amigos e sociedade cobramos respostas.

Afinal, o que é a justiça? Para quem a JUSTIÇA faz justiça?

Matar é crime, então por que existe um assassino em liberdade?

Fomos aprisionados com a sua perda, pela dor, pela incerteza, pela morosidade da Justiça.

Este silêncio da Justiça só aumenta a nossa dor.

Nos ajudem a quebrar o silêncio, afinal, por que mataram o Sub-Tenente Baltazar?

Choramos a perda de Baltazar, lamentamos a morosidade da Justiça em nos responder, porém, não iremos nos calar.

Respeitosamente,

A família e amigos do Sub-Tenente Baltazar Carvalho Araújo

Caxias terá Patrulha Maria da Penha…

A coronel Maria Augusta (militar caxiense) foi fundamental na decisão do secretário estadual de Segurança, Jefferson Portela, de instalar a Patrulha Maria da Penha em Caxias, o que pode acontecer ainda nesta segunda-feira, durante a visita do vice-governador Carlos Brandão ao município…

Dada a especificidade de sua atuação, a Patrulha Maria da Penha é indispensável no combate ao feminicídio e a outras violências contra a mulher.

A Patrulha Maria da Penha garante atendimento humanizado a mulheres em situação de vulnerabilidade, além de fiscalizar o cumprimento de medidas protetivas de urgência oriundas do Poder Judiciário.

Ação das polícias federal e civil na região desassossega muita gente em Caxias…

A prisão de um dos donos da BetsVip (casa de bingo) em Caxias MA desassossegou uma pá de gente, incluindo políticos locais. Associado a isso, as operações Mormaço e Hesíodo em Teresina, Timon e Caxias, da Polícia Federal, terminaram por deixar muitos de cabelo em pé.

Mas as operações Mormaço e Hesíodo são distintas da que atingiu a BetsVip, um caso mais específico e relacionado diretamente ao município caxiense.

No caso, teria sido preso Mailson de Abreu Brito, o ‘Arrupiado’, de 30 anos, responsável pela casa de bingo BetsVip.

Assim, ontem foi um dia policial atípico que mexeu muito com o meio político da Princesa do Sertão e ainda vai dar o que falar por um bom tempo.

Gaeco federal em Caxias…

imagem ilustrativa

Tal como recentemente criado pelo procurador-geral da República, Augusto Aras, no estado de Minas Gerais, também deverá ser criado em Caxias MA o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado no Ministério Público Federal (Gaeco).

O grupo local contará com uma estrutura permanente e especializada de apoio a investigações envolvendo crime organizado e delitos de natureza complexa.

Ex-candidato a vereador é morto pelo próprio filho adolescente em Caxias…

Morto com um tiro na cabeça pelo próprio filho adolescente, o mototaxista Cloves Rodrigues dos Santos, de 50 anos, já havia trabalhado como agente administrativo na delegacia de Polícia Civil do bairro Cohab e era muito conhecido na cidade. Em 2020, inclusive, foi candidato a vereador, mas não teve sucesso nas urnas.

O fato, que chocou a população de Caxias MA, aconteceu agora à noite (1/3) na Rua Professor Arlindo, no Residencial Eugênio Coutinho. O assassino, I.P.C.S, é de menor.

O crime teria ocorrido após uma discussão entre pai e filho. A polícia está em busca do paradeiro do rapaz, que fugiu do local depois do trágico episódio.

Frentista baleado em assalto no Posto Guimarães, em Caxias…

Um frentista foi baleado em uma suposta tentativa de assalto no Posto Guimarães, em Caxias MA. A ação criminosa aconteceu agora há pouco (14/1).

De acordo com as informações iniciais, foram ouvidos vários disparos no posto, mas, por sorte, o frentista não estaria correndo risco de morte. Ele teria sido atingido apenas na perna.

A polícia investiga o caso.

Polícia cumpre mandado de busca e apreensão na casa do ex-prefeito de Aldeias Altas Zé Reis e de ex-secretários…

A operação da Polícia Civil teve como alvos o ex-prefeito de Aldeias Altas MA Zé Reis e os ex-secretários de Administração e Finanças, Marcus Aurélio Rego Ferreira; o ex-secretário-Adjunto de Administração e Finanças, Jackson de Almada Coutinho; e o ex-chefe do Departamento de Contabilidade do Município de Aldeias Altas, Antônio Rodrigues Bezerra.

A ação de busca e apreensão foi determinada pelo juiz Sidarta Gautama, da 1ª Vara Cível de Caxias, a pedido da nova administração de Aldeias Altas, que alegou que “José Reis Neto, juntamente com a sua equipe de administração, finanças e contabilidade, passou a sonegar dados contábeis e administrativos, além de documentos públicos essenciais para os assessores do prefeito eleito (Kédson Lima), inclusive ocultando os dados relativos à folha de pagamento de todos os funcionários efetivos, comissionados e contratados da Prefeitura Municipal de Aldeias Altas”.

Buscas

A Polícia fez buscas na cidade de Caxias em uma casa na Rua Cristino Cruz, nº 757, centro, e em um escritório da Rua Doutor Miron Pedreira, nº 147, centro, e em outros locais.