Vereadores dispensam até o interstício em requerimento para permitir o uso de paredões de som em Caxias…

Na sessão de quarta-feira passada da Câmara de Caxias foi apresentado requerimento que solicita do Executivo local espaço regulamentado para o uso de paredões de som no município.

A favor da zoeira e da aglomeração nestes tempos de pandemia, em clara afronta à Lei do Silêncio, vereadores governistas agiram rápido para legalizar esse tipo de som na Princesa do Sertão.

A pressa foi tamanha que a edilidade palaciana usou até ‘pedido de dispensa de interstício’ no requerimento, um instrumento legislativo extraordinário que elimina os intervalos mínimos de três e de cinco dias para apreciação de proposições na Casa.

Não foi a barulheira infernal que se temeu logo de início…Mas, mesmo assim, os paredões de som ainda perturbaram muita gente em Caxias…

Operação padrão contra os paredões de som em Natal (RN)

Ainda vão tocando os acordes no carnaval caxiense noite a dentro, mas o que no início prenunciava uma verdadeira bagunça dos paredões de som na cidade não se confirmou…

Reação da sociedade

…Mas isso porque as pessoas reagiram à imposição generalizada da zoeira na Princesa do Sertão…

Corpo mole

…Como denunciado aqui (aqui, aqui, aqui e aqui), o comando do 2º BPM já vinha fazendo corpo mole com a rapaziada do barulho e, por conta disso, quase a coisa sai do controle, principalmente porque a Prefeitura também passou a conceder licença a torto e a direito aos aficionados do gênero, contribuindo para que houvesse a ideia de que agora tudo era permitido em Caxias…

Um inferno

…Decerto que nos locais nos quais esse pessoal conseguiu licença para tocar deve ter sido um inferno para a vizinhança. Mas não foi uma bagunça generalizada…

Estourar os tímpanos

…Não é que se seja contra, pura e simplesmente, mas essa turma já deveria ter um lugar só seu para estourar os próprios tímpanos à vontade, e não os dos outros!

O atual comando do 2º BPM deixou de atender às reclamações contra o uso de paredões de som em Caxias…

Operação da PM contra paredões de som, mas em Natal (RN)

Hoje, nenhum cidadão consegue mais ter seus apelos atendidos para que a PM interfira no abuso, o qual gradativamente volta a se expandir na cidade graças à negligência da corporação militar da Princesa do Sertão, o que contraria frontalmente a própria Lei do Silêncio local e estadual…

Vítimas fatais

…A indiferença da PM de Caxias deixa de levar em conta que os ‘pequenos conflitos’ gerados a partir da zoeira dos paredões de som já terminaram em violências incontornáveis e com vítimas fatais em várias cidades do Brasil!