A desimportância da OAB…

Nos bastidores de grupos de advogados caxienses cresce a insatisfação com o fato de a categoria não estar inserida em meio às vacinações de outros trabalhadores locais.

Por exemplo, por último, o governo Fábio Gentil franqueou a vacinação contra a covid-19 para diversas categorias, sem impor barreiras quanto à idade de seus membros, como trabalhadores da construção civil, comércio, comunicação, etc.

Os causídicos mais revoltados com a situação, boa parte deles acima de 50 anos, avaliam o fato como uma total desimportância da OAB nesse contexto. O que eles dizem: “Prestamos consultoria in loco, a gente vive cuidado de papel, visitando repartições, indo até clientes. Não é só o fórum. O fórum é apenas um detalhe na nossa profissão. O dia a dia da gente é de contato, é de olho no olho, é de aproximação. Nós estamos na linha de risco”.

Reunião para tratar do enfrentamento da covid-19 em Caxias…

Ontem (03/03), por iniciativa do presidente da Câmara de Caxias MA, Teódulo Aragão, integrantes da Comissão de Saúde da Casa e demais colegas vereadores, o secretário de Governo do município, Fernando Ferraz, o secretário municipal de Saúde, Carlos Alberto Martins, o comandante do 2º Batalhão da Polícia Militar do Maranhão, Major Ricardo Almeida de Carvalho, o delegado Zilmar Santana e o presidente do Sindlojas, empresário Ivan Ferreira, se reuniram na quarta-feira passada no auditório da Prefeitura para tratar da pandemia de covid-19 no município.

Mas, de antemão, representantes da classe empresarial deixaram claro que são contra ações mais radicais de enfrentamento da covid-19, como o fechamento do comércio. Para os comerciantes, não seriam as lojas as responsáveis pelas aglomerações.

Quer dizer, vai ser difícil chegar a um consenso, embora todos saibam que acima de quaisquer questiúnculas e interesses corporativos existe a vida e que sem esta nada mais importa.

Flávio Dino edita normas, mas não vai decretar lockdown no Maranhão…

O governador Flávio Dino afirmou nesta segunda-feira (1/3) que não irá decretar, neste momento, lockdown no Maranhão. A decisão veio após reunião com representantes dos poderes Legislativo, Executivo e com prefeitos da Ilha de São Luís. “Estamos descartando a possibilidade de nesse momento haver um lockdown total. O que faremos é uma edição de normas com restrições de certas atividades, inicialmente pelo período de 10 dias, como restrições de grandes aglomerações”, disse.

Com isso, eventos, mesmo aqueles com até 150 pessoas, não serão mais permitidos. A partir de segunda-feira haverá suspensão de atividades presenciais no serviço público por 10 dias.

Uma possível restrição no funcionamento do comércio só será decidido nesta terça-feira (2/3), após reunião com representantes do setor.

Dino ainda realçou que “faremos, também, uma força tarefa com os municípios, com a participação dos outros poderes, para fiscalizar e punir quem não usar máscaras em vias públicas. Subimos um degrau no nível de restrições, vamos observar por 10 dias e eventualmente adotar ainda mais medidas se essas não forem capazes de conter esse ciclo de expansão que infelizmente estamos acompanhando”… Com informações do Jornal Pequeno.

Aumenta número de mortes e de infectados pela covid-19 em Caxias…

O boletim de sexta-feira passada (26/02) da Prefeitura de Caxias registrou 7.002 casos e 139 óbitos pela covid-19 no município.

Já ontem, sábado (27/02), o boletim registrava 7.019 casos e 141 óbitos pela covid-19 no município… Foram mais 5 mortes e mais 17 casos entre sexta-feira e sábado.

Ainda de acordo com o boletim oficial do governo, o número de pessoas que se recuperaram chegou a 6.012.

O vereador Torneirinho nem precisou ser chamado pelo governo…

Ligeiro bala na defesa do governo, o próprio vereador se chamou, travestiu-se de repórter, levou um câmera para ajudá-lo e foi até o Complexo Hospitalar Gentil Filho (Hospital Geral de Caxias) para tentar desconstruir a história do vídeo que o parente de uma paciente gravou in loco esta semana nas dependências daquela instituição médica.

Por conta disso, já estão dizendo que Torneirinho poderá até ser o novo assessor de Imprensa do governo, substituindo Guto no cargo!

É, os vereadores novatos e governistas estão se notabilizando por uma série de ações inusitadas: uma hora eles fiscalizam o comércio, dizendo que é importante para o combate à pandemia, noutra se passam por repórteres em hospital.

E olha que a nova legislatura apenas mal começou!!!

A Saúde é o calcanhar de Aquiles do governo Fábio Gentil…

Sem dúvida, a Saúde é o calcanhar de Aquiles do governo Fábio Gentil (Republicanos).

A UPA local foi descredenciada pelo governo federal e isso já teria resultado na perda de repasses de mais de R$ 360 mil ao mês para Caxias MA.

Para piorar, em plena alta de casos de covid-19 no município, os leitos do hospital Centro Médico foram desativados.

O que levou a uma superlotação do Hospital Geral Municipal, pois sem UPA e sem Centro Médico hoje tudo é concentrado ali, uma unidade médica que já atendia precariamente os casos de urgência cotidianos de responsabilidade de um ‘Socorrão’, o que é na prática o HGM.

Não bastasse tudo isso, a foto acima mostra os integrantes da Comissão de Saúde da Câmara de Caxias visitando um supermercado, quando, na verdade, os mesmos vereadores deveriam estar fiscalizando a caótica situação da rede municipal de saúde local.

Ferdinando Coutinho autoriza início do ano letivo presencial…

O prefeito de Matões MA, Ferdinando Coutinho (DEM), autorizou o início do ano letivo de 2021, em toda rede municipal de ensino do município, com aulas presenciais.

A assessoria de Comunicação do governo matoense produziu e veiculou um vídeo justificando o porquê da volta das aulas presenciais. Mas a iniciativa não agradou a uma boa parte de professores e pais de alunos.

Entre as reclamações por conta da pandemia, “o registro da nova cepa no vizinho estado vizinho do Piauí, de onde vêm diariamente boa parte dos professores que lecionam em Matões, não só de Teresina, mas também de Caxias, entre outros”.

Apontam ainda os insatisfeitos que a medida do prefeito de Matões seria única no Maranhão e que não se teria relato de que outro município fará o mesmo. Também há denúncias de parte de professores sobre suposta falta de insumos para combater a covid-19 nas escolas.

Governo do Piauí decreta novo lockdown…

Foto: Cidade Verde

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), anunciou agora há pouco um novo lockdown no estado.

As medidas valerão até o dia 7 de março para todas as atividades presenciais, com exceção dos serviços essenciais.

O decreto governamental acontece após a ocupação de leitos de UTI chegar a mais de 90% e haver o risco de colapso na rede de saúde.

O governo ainda não divulgou o decreto, mas adiantou algumas medidas do ‘lockdown parcial’, similares às do lockdown do ano passado. 

Por exemplo, comércio, bares e restaurantes terão o atendimento presencial suspenso e os serviços só funcionarão através de delivery.

14 servidores testam positivo para covid-19 na Câmara de Caxias…

A Câmara Municipal de Caxias suspendeu as atividades administrativas nesta sexta-feira (19/02) após 14 servidores testarem positivo para a covid-19. A maioria das pessoas infectadas seria de assessores de vereadores. A medida deve ser estendida às atividades parlamentares da próxima segunda-feira (22/02).

Não há informações sobre o atual estado de saúde dos servidores infectados.

De acordo com uma fonte do Legislativo, o prédio da Casa do Povo passará por uma desinfecção em todos os seus setores e enquanto isso durar não haverá atendimento ao público… Com informações do blog do Irmão Inaldo.

Patacoada da Secretaria Municipal de Saúde de Caxias…

Depois de amplamente divulgar que não haveria vacinação dos cidadãos com idade a partir de 90 anos nesta quarta-feira (17/02), no Ginásio de Esportes, por conta do decreto de ‘expediente facultativo’ do governo, a Secretaria Municipal de Saúde de Caxias MA não resistiu à enxurrada de críticas em redes sociais e grupos de Zap e voltou atrás, desdizendo o que já havia anunciado!

Ontem (16/02), o aviso oficial da Secretaria Municipal de Saúde de Caxias dizia que a vacinação só seria retomada na quinta-feira (18/02).