Fábio Gentil joga a milonga para Paulo Marinho Júnior…

Em entrevista ao blog do John Cutrim, o prefeito de Caxias, Fábio Gentil, jogou a milonga para o vice-prefeito Paulo Marinho Júnior.

Cabeludo diz com todas as letras que se PMJ desistir de sair candidato a deputado federal e apoiar Amanda Gentil, ele, o primogênito do grupo Marinho, contará com o apoio do mandatário caxiense para comandar a Princesa do Sertão em 2024… Óbvio, com seus mais de 30 e lá vai pedrada, PMJ acredita se quiser!

Confira no vídeo abaixo:

As maiores fichas…

Não por acaso o deputado estadual Adelmo Soares e o secretário estadual de Turimo, Catulé Júnior, apostam suas maiores fichas no apoio do governador Flávio Dino às suas campanhas eleitorais neste ano de 2022.

Em tese, para consumo interno, Catulé Júnior contaria com o apoio do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, mas isso não é garantia prática, pois Gentil quer mesmo é reeleger Daniella Tema. No caso de Soares, o apregoado apoio ao mesmo de alguns prefeitos regionais também é impreciso e pouco confiável. Dessa maneira, os dois só sustentariam efetivamente seus projetos de chegar ou retornar à Assembleia com o impulso de Dino às suas campanhas.

Em resumo, não dá para ambos confiarem em hipotéticos apoios paroquianos. Se não contarem com a alavanca do Palácio dos Leões em todo o Maranhão suas pretensões tenderiam a morrer na praia, com eles já cansados e desiludidos.

Quanto a Cláudia Coutinho, também não seria suficiente somente o apoio do marido e prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho.

Posta como candidata a uma vaga no Legislativo maranhense no lugar de Cleide Coutinho, a aspirante Cláudia Coutinho teria de ter, para valer, o apoio de todos os redutos eleitorais com os quais contou Cleide Coutinho quando o saudoso Humberto Coutinho era vivo (Editorial da coluna Caxias em Off, de hoje (14/1/22), publicada no Jornal Pequeno).

Paulo Marinho a desqualifica e diz que Amanda Gentil não se elege deputada federal em 2022…

Em entrevista ao podcast ‘Sai da Lama’, apresentado pelo jornalista Jonas Filho, o ex-prefeito de Caxias e ex-deputado federal Paulo Marinho desqualificou Amanda Gentil, filha primogênita do prefeito Fábio Gentil, e disse que ela não se elege deputada federal em 2022.

Para realçar a sua fala, PM ainda afirmou que nem Amanda Gentil nem o pai Fábio Gentil sequer sabe o que é um orçamento público!

Confira no vídeo abaixo:

Olavo de Carvalho tira o dele da reta e diz que Bolsonaro já perdeu…

O autoproclamado filósofo, guru da primeira família presidencial brasileira, antecipa o obituário do governo.

Ricardo Noblat

O autoproclamado filósofo Olavo de Carvalho, do bunker que há muitos anos o abriga nos Estados Unidos, antecipou o obituário do governo do presidente Jair Bolsonaro em entrevista que concedeu a um canal de aflitos bolsonaristas no YouTube.

“A briga já está perdida”, disse ele logo de início, escutado em silêncio pelos ex-ministros Ricardo Salles, do Meio Ambiente, investigado por contrabando de madeira, e Abraham Weintraub, da Educação, que escapou do Brasil com medo de ser preso.

Em seguida, comentou com rara franqueza:

 “O Bolsonaro não é obedecido em praticamente nada, nada. Quem manda no Brasil é a turma do STF, da mídia, do show business. Acabou. E o pessoal das Forças Armadas? Assiste a tudo isso. Só acredita em neutralidade ideológica. Ou seja, no Brasil só existem duas possibilidades: ou você é comunista ou você é neutro. Não existe direita. Existe bolsonarismo”.

Foi adiante:

“O Brasil vai se dar muito mal. Não venham com esperanças tolas, porque a briga já está perdida. Existem chances de fazer voltar? Existe uma chance remota, mas só se o Bolsonaro acordar, mas eu não sei como fazê-lo acordar. Dizem que eu sou o ‘guru do Bolsonaro’. Isso é absolutamente falso. Conversei com ele somente quatro vezes na minha vida”.

“Então, a minha influência sobre o Bolsonaro é zero. Ele me usou como ‘poster boy’ [garoto propaganda, em livre tradução]. Me usou para se promover, para se eleger. E, depois disso, não só esqueceu tudo o que dizia como até os meus amigos que estavam no governo, ele tirou”.

Aos 74 anos, Carvalho foi o responsável pelas indicações ao governo de Ernesto Araújo, ex-ministro das Relações Exteriores, e Ricardo Vélez Rodríguez, ex-ministro da Educação. Sobre erros cometidos por Bolsonaro até aqui, Carvalho filosofou:

“Qual o poder que tem o presidente comparado com o do Congresso e do Supremo Tribunal Federal? Não tem nada. Ele castrou a si mesmo desde o primeiro dia. A primeira coisa que eu diria a ele era: ou você [ininteligível] nas duas primeiras semanas ou está perdido. Porque se você dá tempo para o adversário se fortalecer, ele se fortalece. Foi o que aconteceu”.

“Você acha que nas primeiras semanas alguém teria coragem de dizer de Bolsonaro o que dizem hoje? Não tinha, porque o pessoal sentia a força do apoio popular. Agora já não sente. Essa manifestação do 7 de setembro foi o maior desperdício de apoio popular que ele já recebeu. Você reúne o povão que diz: ‘Autorizo’. Autorizo o quê? E o que foi que ele fez? Fez nada”.

E concluiu:

“Tem algum problema com Bolsonaro, não sei qual é. Agora, não tem outro em quem votar”.

Um bolsonarista que acompanhou a entrevista de Carvalho escreveu em sua conta no Twitter:

“Correto, aí o que o Bolsonaro fez? Soltou a mão do povo e segurou a mão do centrão. Virou a as costas para os apoiadores que o criticavam e com razão, adjetivou de direita burra, pirralhos, e ao invés de abrir um diálogo, pediu para quem tivesse descontente que votasse no Hadad.”

Fábio Gentil vai abrir dois escritórios políticos fora de Caxias…

Em ritmo de intensa campanha eleitoral, o prefeito Fábio Gentil vai abrir dois escritórios políticos: um em Brasília e outro em São Luís.

A iniciativa de ‘Cabeludo’ já teria passado pela Câmara Municipal de Caxias, na qual a vereança governista chancelou o projeto sem reclamar nem avaliar em profundidade, como é usual na Casa.

Vereadores de Caxias e região assumem suas preferências político-partidárias…

Aos poucos, vereadores de Caxias e região vão assumindo suas preferências político-partidárias na disputa proporcional de 2022.

Em discurso na sessão de segunda-feira (13/12), na Câmara de Caxias, o vereador Professor Chiquinho declarou apoio à pré-candidatura de deputado estadual do secretário de Turismo do Maranhão, advogado Catulé Júnior.

Já no município de São João do Sóter parte da vereança local também declarou apoio à candidatura de deputada federal da secretária municipal de Governo de Caxias, Amanda Gentil.

Fábio Gentil apoia candidaturas a estadual de fora do município…

Apesar da insistência dos aliados, o prefeito de Caxias MA, Fábio Gentil, ainda não oficializou apoio específico a nenhum dos pré-candidatos a deputado estadual da região que integram a constelação palaciana.

Compõem a lista governista local de aspirantes ao mandato popular o secretário estadual de Turismo, Catulé Júnior, o presidente da Câmara, Teódulo Aragão, o secretário municipal adjunto de Urbanismo e sobrinho do prefeito, Gentil Neto, e o meio-irmão e ex-prefeito de Aldeias Altas Benedito Tinoco. De todos eles, porém, apenas Catulé Júnior é pré-candidato à Assembleia independentemente do apoio ou não de Fábio Gentil.

Por outro lado, o mandatário caxiense já trouxe à cidade pré-candidatos de outras regiões do estado, os quais aqui posaram ao lado da filha e pré-candidata a deputada federal Amanda Gentil. A última dos de fora, por sinal, a marcar presença na Princesa do Sertão foi a deputada estadual Daniella Tema.

Ou seja, ao contrário da posição do prefeito em relação aos aliados pré-candidatos a estadual de Caxias, a turma de fora da região estaria vindo à cidade já com a certeza de que, aqui no município, poderá contar com a ajuda eleitoral de Fábio Gentil em 2022.

Amigos e aliados dizem que Tinoco deveria ser o candidato a estadual apoiado por Fábio Gentil…

Amigos e aliados do ex-prefeito de Aldeias Altas Benedito Tinoco lastimam a falta de apoio do prefeito de Caxias, Fábio Gentil, à candidatura de deputado estadual de seu meio-irmão.

Argumentam os partidários de Tinoco o seguinte: “Não há razão para o suspense sobre o candidato a deputado estadual a ser apoiado pelo prefeito Fábio Gentil, pois, por direito e até por dotes políticos, a escolha mais justa seria a do ex-prefeito e advogado Dr. Tinoco (…). Tinoco quando prefeito de Aldeias Altas apoiou Fábio Gentil para deputado estadual e foi esse apoio que credenciou a eleição de prefeito de Fábio Gentil em Caxias.  Outro ponto é a fidelidade que Tinoco sempre teve junto à família”.

Dra. Cleide e Gil Cutrim fecham aliança para 2022

Em reunião, hoje pela manhã, a deputada estadual Dra. Cleide Coutinho (PDT) e o deputado federal Gil Cutrim (Republicanos) fecharam acordo para caminharem juntos na eleição proporcional de 2022, tanto na reeleição do deputado federal quanto na eleição da primeira-dama de Matões, Cláudia Coutinho, para a vaga estadual na Assembleia Legislativa hoje ocupada por Dra. Cleide.

Os parlamentares estabeleceram que a área de atuação eleitoral da dobradinha Gil Cutrim/Claudia Coutinho, que terá o apoio da Dra. Cleide, será o município de Caxias, respeitando outros colégios eleitorais onde cada um poderá compor com candidatos de sua escolha.

Participaram da reunião o prefeito de Matões, Ferdinando Coutinho (DEM), e o ex-presidente da Câmara de Caxias e ex-superintendente estadual de Articulação Política Ironaldo Alencar.

“Saio deste encontro muito feliz e sei que contarei com o apoio desta extraordinária médica, líder política e grande deputada estadual, respeitada e amada por seu povo e por todos que militam na atividade política. A dobradinha com Cláudia Coutinho, com o apoio da Dra. Cleide, na cidade de Caxias, eleva minha confiança na reeleição, mas eleva também minhas responsabilidades e compromissos com este povo maravilhoso da nossa querida Caxias”, disse Gil Cutrim ao final da reunião.

Acordão da maioria dos edis resulta em tumulto, mas eleição da nova Mesa Diretora da Câmara de Caxias é antecipada…

Na tumultuada sessão de hoje da Câmara de Caxias, a maioria dos edis conseguiu antecipar a eleição da nova Mesa Diretora da Casa, a qual só deveria ocorrer em 2022… Por pouco não houve troca de bofetes entre os favoráveis e os contrários à antecipação da eleição, mas em compensação os xingamentos rolaram frouxos.

Contrários ao acordão dos colegas legisladores que permitiu antecipar o pleito interno da instituição, o líder do Governo, Ricardo Rodrigues, Ângela Machado e Torneirinho foram rifados da nova diretoria do Parlamento tupiniquim… Na verdade, como líder do Governo, Ricardo Rodrigues não poderia mesmo integrar o comando da Casa do Povo.

Durante o embate, Ricardo, Ângela e Torneirinho argumentaram que para antecipar a disputa na Casa seria necessária a mudança da Lei Orgânica, mas os outros 15 colegas vereadores não lhes deram ouvidos e reelegeram o atual presidente, Teódulo Aragão, e demais integrantes da nova Mesa Diretora da confraria legislativa que passa a valer em 2022.

O placar final foi de 15 x 3… O vereador Antônio Ximenes não participou da sessão.

Detalhe: o vídeo oficial que registrou todo o imbróglio de hoje na Câmara de Caxias foi rapidamente deletado da internet. Nas redes sociais há apenas um vídeo que teria sido gravado por alguém de fora da Casa.

Confira no vídeo abaixo: