A força da internet no processo eleitoral…

A internet não foi tão fundamental como se achava que seria no processo eleitoral, mas o mundo virtual fez, sim, uma grande diferença e a tendência é que as plataformas digitais se tornem completamente indispensáveis na atividade político-partidária daqui para a frente.

O que, porém, não vai eliminar a velha e também indispensável fórmula de se ir ao encontro do eleitor onde ele está, com o olho no olho, mão na mão e o insubstituível e afável abraço no ombro.

Uma resposta para “A força da internet no processo eleitoral…”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *